Retinose Pigmentar no facebook!

FAÇA PARTE VOCÊ TAMBÉM DA NOSSA PÁGINA E TAMBÉM DO NOSSO GRUPO NO FACEBOOK! Parcipando da nossa página e do nosso grupo você pode interagir com demais portadores de (Retinose Pigmentar). E ainda ficar por dentro das notícias relacionadas a doença.

NOSSA PÁGINA: ¨CLIQUE AQUI E CURTA¨



NOSSO GRUPO: ¨CLIQUE AQUI E PARTICIPE¨

Contato do adiministrador da página.

Olá, meu nome é Paulo Ricardo, tenho Retinose Pigmentar desde os 4 anos de idade.Criei esta página com o intuito de compartilhar informações relacionadas a RP, e principalmente com o objetivo de trocar experiências com demais pessoas com RP. Se você tem RP ou é um familiar, amigo de alguém que tenha RP e deseja entrar em contato comigo o meu email é pauloricardo012@gmail.com. Agora se você tem skype e quiser me adicionar o meu contato skype é:pauloricardo012@hotmail.com . Observação:Peço desculpa aos leitores por não interagir com vocês nos comentários, devido a dificuldade de navegar pela página usando o leitor de tela, fica difícil acompanhar os comentários, então peço que qualquer comentário direcionado a minha pessoa favor entrar em contato pelo meu email é o pauloricardo012@gmail.com

Olha se você descobriu a Retinose pigmentar a pouco tempo e queria ler um artigo completo abordando vários temas relacionados a RP, basta clicar no link abaixo.

CLIQUE AQUI E LEIA!

NOSSO GRUPO DE AMIGOS NO WHATSAPP

NOSSO GRUPO DE AMIGOS NO WHATSAPP
Se você quiser participar, faça o cadastro neste link abaixo.

CLIQUE AQUI!

Pesquisar

Carregando...

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Homem com retinose pigmemtar encherga sua mulher depois de 10 anos.

Olho biónico permite uma Um homem enxergar SUA mulher Pela 1ª vez EM 10 Anos

O americano Allen Zderad, 68, voltou a enxergar Graças à Implantação de Uma Tecnologia Semelhante a hum olho biónico.

O sistema - Chamado Segunda Visão - permitiu uma Zderad enxergar Formas, discernir silhuetas Humanas e inclusive enxergar Seu Proprio Reflexo n'uma superficie de Vidro.

A Emoção maior, porem, Véio nenhum momento em Que ELE conseguiu enxergar SUA mulher Pela Primeira vez em Mais de dez ano.

Ha Quase 20 anos, Allen Zderad foi diagnosticado com hum Doença ocular degenerativa, Chamada retinite pigmentosa, that NÃO possui Tratamento NEM cura, informou a Clínica Mayo. Nos Últimos dez anos, de ele há havia perdido Praticamente uma Visão.

He decidiu ENTÃO Participar dos testes com o novo Sistema. A clínica gravou vídeo hum Que registra a Emoção de Zderad Ao mulher registrar SUA.

"Ainda E básico, mas de e Significativo", afirmou Ao final, fazer teste. "Vai funcionar."

De a Acordo com o oftamologista Raymond Iezzi Jr., Pesquisador da Clínica Maio, ELE estava Desenvolvendo o Sistema Segunda Visão Argus II, Quando conheceu Zderad. Com Uma Família grande, incluíndo dez netos, ELE era o Candidato ideal Pará se submétrico Ao implante.

Iezzi instalou 60 Eletrodos no olho de Zderad, that interagem com Uma Câmera Instalada em SEUS óculos e com o microcomputador that enviar como INFORMAÇÕES AOS Eletrodos implantados na retina. De la, OS Sinais voltam Pará o nervo ótico, explicou o Pesquisador.

"É Incrível Pará uma Família. E tambem nao Comum Que hum Cientista consiga aplicar OS Resultados de Seu Trabalho de Tantos anos Para Ajudar hum Paciente. E Muito Especial", Disse.

Zderad AINDA Não É Capaz de enxergar com Detalhes OS Rostos uma Seu Redor, mas ELE Vê Formas e silhuetas. O Que Já e Mais do Que mulher Suficiente parágrafo reconhecer sua, Carmen. "Fácil de Liberdade de Informação", Disse Allen. "Ela e um Mais Bonita da sala".

Fonte : http://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2015/02/23/olho-bionico-permite-a-um-homem-enxergar-sua-mulher-pela-1-vez-em-10-anos.htm

Chip em teste promete fazer cegos voltarem a enxergar.

Chip em teste promete fazer cegos voltarem a enxergar 

Um chip milimétrico com propriedades similares às de um painel de energia solar poderá devolver a visão a pessoas com problemas de retina, a membrana que fica no fundo dos olhos e é responsável por captar a luz. A técnica teve sucesso com ratos e deve ser testada em humanos dentro de um ano. Desenvolvido pela Universidade Stanford, da Califórnia, o método foi apresentar no encontro da AAAS (Associação Americana para o Avanço da Ciência), em San Jose. Daniel Palanker, criador da tecnologia, já licenciou sua ideia para a empresa francesa Pixium Vision. O dispositivo é voltado sobretudo a pessoas que sofrem de degeneração macular –uma doença relativamente comum em idosos– causada por morte de células receptoras de luz da retina. Como essas células fotorreceptoras são parte do sistema nervoso, que não se regenera facilmente, a esperança de cura por medicamentos é virtualmente nula. Alex Argozino

A ideia foi substituir as células por pequenos chips de 2 mm, feitos de material similar ao que existe em painéis solares. Quando recebem luz, eles emitem impulsos elétricos que estimulam terminações nervosas da retina e levam informação visual ao cérebro. Esse tipo de técnica vem sendo desenvolvida por vários grupos de pesquisa há mais de duas décadas, mas vinha esbarrando em problemas como falta de resolução e dificuldade de implante. Desde 2013, a empresa Second Sight já vende um tipo de retina artificial, mas o aparelho gera uma visão de baixa precisão –próxima ao limiar pelo qual oftalmólogos consideram alguém cego. Além disso, requer que um cabo entre pela lateral do olho e vá até a retina. O dispositivo criado agora por Palanker não requer cabos, incisões ou perfurações. A própria luz que incide no chip implantado na retina gera a eletricidade que é transmitida aos neurônios visuais. O único problema é que, para conseguir essa geração de energia, é preciso uma quantidade muito grande de luz, e os objetos que enxergamos no dia a dia não estão suficientemente iluminados. O cientista contornou o problema criando um óculos com uma câmera no centro, que projeta as imagens em dois painéis de alto brilho na frente dos olhos. Essas pequenas telas, porém, só emitem luz infravermelha: invisível ao olho humano comum, mas captada pelo chip de Palanker. Para instalar o dispositivo sob a retina, o cientista usa apenas uma agulha especial. Os aparelhos que serão testados no ano que vem pela Pixium possuem 65 micrômetros de largura, uma resolução ainda baixa comparada ao tamanho das células fotorreceptoras naturais do olho humano, com 5 micrômetros. "Mas nós já estamos conseguindo produzir chips com pixels de 40 micrômetros", disse Palanker à Folha. "Essa diminuição em tese seria capaz de dar aos pacientes uma resolução suficiente para reconhecer faces e ler livros." 

Fonte :
http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2015/02/1589884-chip-em-teste-promete-fazer-cegos-voltarem-a-enxergar.shtml?mobile

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Medicamentos não indicados para portadores de retinose pigmentar.

Remédios não recomendados para afetados com retinose pigmentar, podem  acelerar a degeneração,  sempre é recomendado conversar com o seu médico o uso.
- Inibidores da  5-fosfodiesterasa – usados com a disfunção erétil, como o VIAGRA
- Isotretinoína e outros retinoicos.
- Fármacos antipsicóticos
- Antihistamínicos que contenham fenotiazinas.
- Antiepilépticos, como a VIGABATRINA.
- Antimaláricos, como a AMINOQUINOLINA.
- Antagonistas dos receptores estrogênicos, como o TAMOXIFENO.
- HIDROXICLOROQUINA, usadas somente em altas doses,  indicada  para o  tratamento do Lupus Eritematoso Sistêmico e para a Artrite Reumatoide.
- ETAMBUTOL, para tratamento de tuberculose.
- LINEZOLID, como antibiótico.
- AMIODARONA, usada para tratamento das  arritmias cardíacas.
- ANTIDEPRESSIVOS, como os tricíclicos e inibidores seletivos da receptação de cerotonina.
- AGONISTAS BETA 2 ADRENÉÍRGICOS: indicados para o  tratamento de asma e o  EPOC, enfermidade pulmonar obstrutiva crônica  e o Salbutamol.

Fonte:http://www.retinainformativa.com.br/medicamentos-nao-indicados-para-portadores-de-retinose-pigmentar/

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Chegamos a marca de 100 mil acessos!

O blog Retinose Pigmentar Noticias acaba de chegar na marca de mais de 100 mil acessos, e este dado revela uma grande conquista alcançado por este espaço, pois fomenta ainda mais a necessidade de mantê-lo vivo.
Em números, temos registrado centenas de acessos diários, resultando em milhares de visitantes mensais Gostaria, então, de dizer meu muito OBRIGADO a todos e todas que têm contribuído para este crescimento, quer seja por meio das visitas, quer seja por mensagens de apoio enviadas por e-mail e Facebook. Este retorno é muito gratificante para estimular a disseminação de informações do universo da Retinose pigmentar.
Um abraço,

Obs:Descrição da imagem acima:imagem com fundo preto e com letras e números branco escrito a seguinte mensagem:100.000 acessos obrigado!!
Por:Paulo Ricardo

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Maconha pode atrasar a degeneração da retina, de acordo com um novo estudo.

Observação: Lembrando que é apena uma suposta pesquisa e particularmente não sei afirmar se esta fonte é confiável, mas achei interessante e compartilho com vocês.
Um estudo publicado na edição deste mês da revista experimental eye research, e publicado enlínea Pelo instituto nacional de saúde, foi encontrado que os canabinóides - compostos que se encontram ojodeforma Natural no cannabis - pode atrasar a degeneração da retina em pacientes com retinitis pigmentoso, unaenfermedad Ocular que frequentemente provoca cegueira.
' os canabinóides se demonstrou que exercem efeitos neuroprotectores em diferentes tipos de insultos neurais', Começa resumo do estudo. Segundo os investigadores, o objectivo do estudo é abordar o potencial dos canabinóides theraputic' em ladegeneración Dos fotorreceptores, a conectividade sináptica e a actividade funcional da retina na rato p23h transgénico, Um modelo animal para autosómica dominante retinitis pigmentoso ( rp ).'
Os pesquisadores descobriram que ;' estes resultados indicam que hu210 [ um cannabinoide sintético ] conserva a estructuray Função de cone e o estribo, juntamente com os seus contactos com os neurônios postsinápticas, em ratasp23h .'
Chegam à conclusão ;' estes dados sugerem que os canabinóides são potencialmente úteis para atrasar a degeneraciónde A retina em pacientes com rp.'
O estudo foi realizado por investigadores do departamento de fisiologia da universidade de alicante.


Fonte:- thejointblog
http://thejointblog.com/cannabis-may-delay-retinal-degener…/

domingo, 18 de janeiro de 2015

Lucas Radaelli: Da deficiência visual ao trabalho com programação na Google

Conheça a história de superação do brasileiro que se tornou Engenheiro de Search Quality da Google e como ele faz para programar!
Lucas Radaelli é engenheiro de Search Quality da Google em Belo Horizonte, ou seja, seu trabalho junto com outros desenvolvedores é tornar diariamente a busca do Google melhor do que ela é!  E o mais bacana de tudo isso não é apenas o que o Lucas faz, mas sim quem ele é e sua história de vida! Neste artigo vamos conhecer tudo isso e como ele fez para programar na Google!
Lucas é deficiente visual, nasceu cego do olho esquerdo e perdeu a visão do direito quando tinha 4 anos de idade, consequencias da doença genética Síndrome de Norrie.  Aos 21 anos se formou em Ciências da Computação na Universidade Federal do Paraná, chegou ainda a fazer intercâmbio na Alemanha sozinho, proferiu diversas palestras, sempre está participando de podcast e profissionalmente deu consultorias na área de acessibilidade e usabilidade. Lucas Radaelli se define como  “leitor compulsivo, projeto de escritor” e, como citado no início desse post, atualmente trabalha na Google programando e melhorando o buscador mais usado no mundo!
Podemos imaginar toda a superação e empenho que o Lucas Radaelli tem e teve para chegar a todos esses resultados! E afinal, como ele faz para programar?
veja no video.



Fonte:http://inspiradanacomputacao.com/lucas-radaelli-da-deficiencia-visual-ao-trabalho-com-programacao-na-google-2/