Pesquisar

Minhas Redes Sociais – Nosso contato direto com você

No link abaixo nosso contato e nosso endereço de redes sociais. Siga-nos nestas Redes Sociais e tenha sempre acesso as informações que publicamos regularmente.



CLIQUE AQUI!

domingo, 1 de setembro de 2013

Pessoas com visão subnormal precisa de atenção especial para poder estudar.

Com o fim do ano, estudantes se preparam de forma intensiva para os concursos públicos e vestibulares. A legislação brasileira já contempla pessoas com necessidades especiais com algumas atenções para equiparar as condições de competição. Mas pessoas com categorias de deficiências visuais pouco conhecidas, como a visão subnormal, por exemplo, também necessitam de atenção diferenciada na hora de estudar e de realizar as provas.

"A visão subnormal ocorre quando um indivíduo apresenta uma baixa visual irreparável, onde todos os recursos foram feitos e não houve melhora na qualidade de visão. O portador dessa deficiência precisa fazer uso de equipamentos apropriados para ajudá-lo na visualização e leitura nas provas", explica a oftalmologista do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB), Dorotéia Matsuura.

A médica sublinha que a "visão subnormal não é cegueira", mas uma capacidade de visão muito inferior que traz desconfortos para o portador. "O paciente com visão subnormal consegue ler e escrever, mas precisa de material adaptado as suas necessidades de ver letras ampliadas. Para o portador de visão subnormal, a leitura também impõe um esforço e consequente cansaço acima da média o que pode exigir um tempo maior para a realização de provas", pondera.

Videoampliação

Os candidatos portadores de visão subnormal contam com uma série de instrumentos que os ajudam na hora de estudar. Além do material impresso com letras em tamanho ampliado, o estudante pode utilizar a videoampliação, um recurso que funciona com uma câmera. Ao ligá-lo na TV e passar o mouse do aparelho sobre o livro, o estudante pode ampliar as letras e ler o conteúdo na tela. "O portador de visão subnormal conta ainda com lupas e pranchas especiais, ca dernos específicos com linhas mais acentuadas, lápis 6B para mais espessura no traço, além de programas de computador que ampliam e até leem o texto, com áudio", enumera.

Legislação

O Decreto n° 3.298, de 20 de dezembro de 1999, que regulamenta a Lei n° 7.853, de 24 de outubro de 1989, dispõe sobre a Política Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência. É considerado deficiente visual o indivíduo com "acuidade visual igual ou menor que 20/200 (10% de visão) no melhor olho, após a melhor correção, ou campo visual inferior a 20º , ou ocorrência simultânea de ambas as situações".

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera portador de visão subnormal a pessoa que tiver entre 5% e 30% de acuidade visual.

Causas

A especialista do HOB explica que são variadas as causas que levam à visão subnormal. "Doenças como retinopatia diabética, glaucoma e Degeneração Macular Relacionada a Idade (DMRI) figuram entre as principais. Já em crianças e jovens, fatores congênitos ou relacionados à genética são os maiores responsáveis pelo problema visual, como a retinose pigmentar, a toxoplasmose ocular (infecção contagiosa) e distrofias na retina (má formação dos cones, responsáveis pela captação da luz e conversão em imagem)", esclarece.

Dorotéia lembra ainda que os pacientes portadores de albinismo são frequentemente vítimas da visão subnormal. "Como o albino sofre com a ausência completa ou parcial de pigmento devido à carência ou defeito de uma enzima envolvida na produção de melanina, seu olho tem uma alteração da mácula (região principal onde se formam as imagens) e apresenta baixa visual", explica.

Dicas

A especialista do HOB sugere que o estudante portador de visão subnormal use preferencialmente lâmpadas incandesce ntes em luminárias já que cansam menos a visão durante a leitura.

"Intervalos de cinco minutos a cada hora de estudo são extremamente importantes, inclusive para que tem visão normal. Piscar o olho, realizar movimentos oculares laterais e vislumbrar o horizonte ajudam a diminuir o estresse ocular e também permitem o melhor aproveitamento do tempo de estudos", diz a oftalmologista.

Fonte:http://www.sissaude.com.br/sis/inicial.php?case=2&idnot=9258

Nenhum comentário:

Postar um comentário