Pesquisar

Minhas Redes Sociais – Nosso contato direto com você

No link abaixo nosso contato e nosso endereço de redes sociais. Siga-nos nestas Redes Sociais e tenha sempre acesso as informações que publicamos regularmente.



CLIQUE AQUI!

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Dona de três medalhas de ouro em Paralimpíadas, Terezinha Guilhermina que tem Retinose Pigmentar trocou seu guia habitual, pelo principal corredor do planeta, ninguém menos que o jamaicano Usain Bolt..

Dona de três medalhas de ouro em Paralimpíadas, Terezinha Guilhermina trocou seu guia habitual, o atleta Guilherme Santana, pelo principal corredor do planeta, ninguém menos que o jamaicano Usain Bolt. Debaixo de sol, o velocista, que tem seis medalhas de ouro olímpicas, correu por alguns metros ao seu lado na pista no Jockey Club, na Zona Sul do Rio de Janeiro.
- Foi bom, foi diferente, mas muito divertido. Bem legal. Eu estava um pouco nervoso, não sabia o que esperar. Mas, como eu disse, foi legal, algo interessante de se fazer - comentou o simpático atleta.

Terezinha Guilhermina possui uma deficiência congênita, a retinose pigmentar, que a fez perder com o tempo a pouca visão com a qual nasceu. Devido à deficiência visual (cegueira total), está classificada nas classes T1 ou T2 dos corredores paralímpicos. A atleta se divertiu com a oportunidade e revelou ter realizado um sonho ao ser guiada por Usain Bolt.
- Foi uma honra para mim, um presente. Ele é um grande atleta e alguém que realmente admiro. Para a primeira vez, foi perfeito. Ele foi supertranquilo. Falei para controlar o braço, não fazer força, e ele não fez. Foi muito bem. Manteve na reta sem o menor problema. Em um primeiro momento, quando estava com a cordinha antes de começar, ele parecia um pouco tenso. Mas tentei passar para ele máximo de tranquilidade, e depois o Bolt disse que foi muito bom e um pouco ''maluco'' - falou a velocista.

Após assistir às eliminatórias feminina e masculina e correr com Terezinha Guilhermina, Usain Bolt ainda participou de outras atividades e deu atenção às crianças no local. Depois, mesmo sob o forte sol da Zona Sul carioca, ele aproveitou para treinar. Quem também deu voltas na pista foi Carmelita Jetter, dos Estados Unidos, que correrá no domingo.


O DESAFIO
Bicampeão olímpico dos 100 e 200m rasos e do revezamento 4x100m, o jamaicano corre uma única vez na pista do Jockey Club Brasileiro, na Gávea, neste domingo. Ele terá a companhia de José Carlos Moreira, o Codó, que venceu a eliminatória masculina neste sábado; Ryan Bailey, medalhista olímpico de prata no revezamento 4x100m em Londres 2012; e o do holandês Churandy Martina, ouro no Pan do Rio 2007.
No feminino, correm a jovem brasileira Vitória Rosa, vencedora da eliminatória deste sábado; a americana Carmelita Jetter, e as jamaicanas Veronica Campbell-Brown e Kerron Stewart. Além das provas masculina e feminina, na categoria paralímpica correm Alan Fonteles, Richard Browne, Paul Peterson e Felix Streng.


fonte:http://globoesporte.globo.com/atletismo/bolt-contra-o-tempo/noticia/2015/04/em-evento-no-rio-usain-bolt-vira-guia-da-paratleta-terezinha-guilhermina.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário